Picos da Europa e Galiza

Data

Válido até: 03/Out

Preço

Desde: 955€



Visitas: Zamora, Santillana Del Mar, Comillas, Lagos De Covadonga, Picos Da Europa, Museu Mineiro Valle De Samuño, Oviedo, Avilés, Gijón, Cudillero, A Corunha, Santiago De Compostela, Combarro.

Serviços

 

A sua viagem inclui

- Circuito em moderno autocarro de turismo de acordo com o itinerário

- Visitas e entradas conforme itinerário

- Acompanhamento por experiente guia privado, de língua portuguesa, durante toda a viagem

- Visitas orientadas pelo nosso guia privativo em: Ciudad Rodrigo, Zamora, Santillana del Mar, Comillas, Santuário e Lagos de Covadonga, Museu Mineiro de Valle de Samuño, Cudillero, A Corunha e Combarro

- Todos os pequenos-almoços buffet

- Guia local em Oviedo, Avilés, Gijón e Santiago de Compostela

- Alojamento nos hotéis indicados ou similares

- Taxas de cidade, turismo, serviço e IVA

- Passeio de barco em Combarro

- Visita a uma queijaria

- Refeições indicadas no itinerário 11 refeições (bebidas não incluídas)

- Seguro Multiviagens


A sua viagem não inclui

- Gastos e extras pessoais

- Gratificações locais

- Tudo o que não esteja mencionado como incluído

- Suplementos não especificados

Itinerário

 

1º Dia – Lisboa ou Porto ou Coimbra / Ciudad Rodrigo / Zamora
Comparência na Gare do Oriente (estação de autocarros) em Lisboa, 30 minutos antes da partida, para iniciarmos a nossa viagem às 7h00 em direção a Coimbra (estação Coimbra B), onde damos as boas-vindas aos passageiros que embarcam nesta cidade e aos que chegam do Porto em transporte regular. Continuamos em direção a Espanha, passando pela Beira Alta e Vilar Formoso até à cidade muralhada de Ciudad Rodrigo. Almoço em restaurante local. De tarde seguimos para norte, pela Comunidade Autónoma de Castela e Leão, a maior do país, até chegarmos a granítica cidade de Zamora, a sentinela vigilante debruçada sobre o rio Douro. Aqui, Portugal e Espanha fundem-se num só, tantos são os episódios e figuras históricas que aproximaram as duas nações. À chegada, rumo às incontornáveis Plaza Mayor e Plaza Viriato, disfrutamos do ambiente único nas ruas pedonais de uma cidade castelhana em final de tarde, com aquele bulício e animação tão singular. Alojamento e jantar no Hotel AC By Marriott Zamora ****, ou similar. 

2º Dia – Zamora / Santillana Del Mar / Comillas / Torrelavega
Pequeno-almoço buffet no hotel. Em hora a combinar localmente, partimos em direção ao norte ibérico. Lentamente a paisagem austera da província de Castela e Leão dá lugar a montanhas entrecortadas por vales que no século VIII serviram de refúgio aos visigodos liderados por Pelágio, perante a invasão da Hispânia pelos berberes muçulmanos. Chegamos a Santillana del Mar, uma das localidades mais belas de Espanha, com o seu conjunto medieval em pedra dourada resistente à passagem dos tempos. Aguardam-nos ruas intemporais semeadas de casas brasonadas, varandas floridas que adornam arcos góticos convidando os viajantes a espreitar a variada oferta de artesanato típico. Depois do almoço incluído, partimos para a estância balnear de Comillas, frequentada desde sempre pela nobreza castelhana e que foi capital do reino por um dia no século XIX, devido à presença do rei. Dos belos edifícios de várias épocas, realçamos um dos mais extraordinários projetos saídos da imaginação de um arquiteto ímpar, El Capricho de Gaudí. A visita incluída é um percurso pela tela criativa modernista do génio catalão, ao serviço da endinheirada burguesia local. Em hora a determinar localmente partimos para Torrelavega para alojamento e jantar no Hotel Torresport ****, ou similar. 

Dia – Torrelavega / Lagos de Covadonga / Picos da Europa / Museu Mineiro de Valle de Samuño / Oviedo
Pequeno-almoço buffet no hotel. Saída para o Parque Nacional dos Picos da Europa, primeiro parque nacional de Espanha criado em 1918. Trata-se de uma formação montanhosa na Cordilheira Cantábrica e estende-se pelas Astúrias, Cantábria e Castela e Leão, destacando-se pelas suas altitudes e pela proximidade do mar Cantábrico. A paisagem num ápice transforma-se de profundos desfiladeiros, que cortam as rochas, a vales verdejantes repletos de pomares de maçãs para a produção da famosa Sidra, de consumo obrigatório em todas as festas e romarias. Subindo o desfiladeiro rochoso escavado pelo rio Cares, chegamos aos vales de pastagens onde das mãos das matriarcas Asturianas, nasce um dos queijos mais apreciados na alta gastronomia. Paragem para visita de uma queijaria. Partida para Covadonga, um lugar crucial para a História e um enclave natural de singular beleza por estar dentro do Parque Nacional Picos da Europa. Neste pequeno vale de montanha, Pelágio e uns poucos cristãos conseguiram vencer os muçulmanos em 722 na Batalha de Covadonga, ponto de inflexão da conquista muçulmana na Península Ibérica pois, a partir deste momento começa não só o reino de Astúrias como também a Reconquista. Em carros privados subimos até aos famosos lagos de Covadonga, de origem glaciar que se encontram a uma altitude de 1070mts (Lago Enol) e 1080mts (Lago Ercina) e são a meta de uma das etapas de montanha mais difíceis da Volta Ciclista a Espanha, bem como de muitos montanhistas, turistas e visitantes vários, incluído o Papa João Paulo II que pediu expressamente para dar um passeio “só” por esse ambiente aquando da sua visita a Covadonga em 1989. Após a descida, visita do famoso santuário neo‑românico e da santa gruta, local que foi quartel-general e refúgio de Pelágio. Após o almoço num restaurante local, entramos nas Astúrias profundas de cujas entranhas foi extraído o carvão que alimentou a revolução industrial de Espanha. Foi dentro das minas no meio das montanhas que se forjou o caráter solidário destes valentes homens e mulheres asturianos, cujas vidas experienciamos durante a visita do Museu Mineiro de Valle de Samuño. Primeiro num típico comboio mineiro, seguindo o percurso através do qual era transportado o carvão extraído das explorações, e depois a pé até à superfície para visitar as infraestruturas de apoio aos mineiros, como balneários, enfermaria e carpintaria. Partida para Oviedo. Chegada, jantar e alojamento no Hotel Silken Monumental El Naranco ****, ou similar. 

4º Dia – Oviedo / Avilés / Gijón / Oviedo
Pequeno-almoço buffet no hotel. Com acompanhamento de guia local, visita panorâmica de Oviedo, cidade que não deixa os créditos de capital das Astúrias em mãos alheias. O centro histórico, cruzamento de trilhos da fé e dominado pela catedral mais sagrada do primeiro reino cristão ibérico, preserva uma fonte do século IX, um autêntico testemunho do passado pré‑românico. Mas o que surpreende os visitantes é o seu ambiente cosmopolita e dinâmico, com mercados fervilhando de atividade e ruas entrecortadas por arcadas cheias de espaços comerciais. Em hora a combinar localmente, partida para Avilés, cidade de mercadores e pescadores. Após o almoço em restaurante local, passeamos a pé por esta bem preservada cidade medieval, com as suas calçadas irregulares e arcadas suportadas por colunas em pedra polida. Entretanto damos um salto no tempo e descobrimos o moderno Centro Niemeyer, autêntico símbolo da renovação cultural e urbana da cidade. Continuamos o nosso passeio e nos arredores de Gijón paramos no majestoso edifício Laboral Ciudad de la Cultura, construído em meados do século XX para acolher e preparar o futuro dos órfãos da indústria mineira. Após uma cuidada renovação é hoje um espaço único para a educação, produção cultural e indústria criativa. Regresso a Oviedo. Jantar numa sidraria onde, para além da gastronomia regional, provamos um dos símbolos da identidade das Astúrias, a Sidra servida pelos escanciadores. Alojamento no hotel. 

5º Dia – Oviedo / Cudillero / A Corunha / Santiago de Compostela 
Pequeno-almoço buffet no hotel. De seguida partimos para a cidade de A Corunha, à beira-mar plantada no Finisterrae atlântico, o ponto mais ocidental da terra para os romanos e para muitos a fronteira do fim do mundo. O nosso destino é a Torre de Hércules, o farol mais antigo do mundo em funcionamento e Património da Humanidade pela UNESCO. Paragem e almoço em restaurante local. Após uma breve panorâmica de autocarro ao longo do passeio marítimo partimos para Santiago de Compostela, o destino final de milhões de peregrinos que desde o século IX procuram o túmulo de Santiago Maior para se curvarem perante as relíquias santas. Acompanhados de guia local, todos os caminhos nos levam para o coração da cidade, a praça do Obradoiro, núcleo monumental, espiritual e cultural dominada pela Catedral do Apóstolo. Alojamento e jantar no Hotel Tryp Santiago de Compostela ****, ou similar. 

Dia – Santiago de Compostela / Combarro / Porto / Coimbra / Lisboa 
Pequeno-almoço buffet no hotel e partida em direção a Combarro. Tempo livre nesta encantadora povoação localizada nas margens da Ria de Pontevedra. De seguida, embarque para um agradável passeio de barco onde serão servidas algumas iguarias locais a bordo. Continuação e almoço em restaurante local. Depois de almoço, regressamos a Lisboa com paragem no Porto e Coimbra, onde ficarão os passageiros destas cidades ou de outras cidades dos arredores. O autocarro prosseguirá até Lisboa, onde terminará a viagem na estação de autocarros da Gare do Oriente. FIM DA VIAGEM 

 

Notas

 

Datas: 

17 Julho

14 Agosto

4 Setembro

3 Outubro

OFERTA DE TRANSPORTE REGULAR PORTO/COIMBRA (autocarro ou comboio) para reservas efetuadas até 30 dias antes da data de partida - obrigatório a apresentação de documentos de identificação para compra do título de transporte.





Em cumprimento da lei nº 144/2015 informamos que para a resolução de conflitos de consumo deve ser contactada a comissão arbitral do Turismo de Portugal www.turismodeportugal.pt